(31) 3421-3450
endolatina@endolatina.com.br

09/04/2015 :: Crianças obesas podem ter maior risco de doenças cardíacas

Veículo: Paranashop
Mídia: Sites e Portais
Editoria: Notícias
Página: On-line Localidade: CURITIBA - PR
Data de publicação: 09/04/2015

Finais de semana e feriados geralmente trazem uma quebra na rotina das crianças e adolescentes, principalmente em relação aos hábitos alimentares e ao sono. Porém, quando a semana volta ao normal, com escola e outras atividades, é preciso que os pais se atentem à readequação desta rotina, principalmente pela questão da saúde. Segundo Fabiano Sandrini, responsável médico e endocrinologista do Laboratório Alvaro, a alimentação e a quantidade de sono afetam diretamente questões relacionadas à saúde física e emocional dos jovens.

Por isso, na volta do fim de semana e de feriados prolongados, é importante manter uma dieta equilibrada rica em frutas, legumes e proteínas magras. “Os pais devem incentivar refeições saudáveis, atividades físicas e horários de descanso, pois estas atitudes podem desempenhar um papel fundamental na saúde dos filhos”, indica o médico.

O cuidado deve ser redobrado em crianças e adolescentes extremamente obesos. Os riscos de doenças cardíacas é muito maior do que os médicos pensavam, sugere uma nova pesquisa. No estudo realizado pela Ohio University College of Medicine, nos Estados Unidos, cerca de metade das crianças sofria de pressão alta, e quase 15% eram diabéticos. 75% tinham níveis elevados de uma proteína que está associada a doenças cardíacas.

"A obesidade severa em crianças e jovens está associada a inúmeros fatores de risco cardiovascular previamente pensados para afetar apenas adultos", explica Sandrini.

No Brasil, os indicadores colocam o país em estado de alerta para os impactos da obesidade. O percentual de crianças entre 5 e 9 anos com excesso de peso chega a 33,5%. Na adolescência, o quantitativo é um pouco menor: 20,5%. O Ministério da Saúde informou que 6,5 milhões de crianças e adolescentes já lutam contra a balança. De cada dez adolescentes, oito continuam obesos na fase adulta com risco de terem diabetes, problemas cardíacos e na coluna.

Sobre o Laboratório Alvaro
Com 47 anos de atuação o Laboratório Alvaro é referência no segmento de exames laboratoriais na região Oeste do Paraná, garantindo ampla cobertura em Cascavel e Foz do Iguaçu, com 14 unidades de atendimento. O Alvaro também é referência nacional em apoio diagnóstico para cerca de cinco mil laboratórios em todo o país. Possui mais de 600 colaboradores e oferece mais de 1,7 mil tipos de exames de análises clínicas. Mais informações no site www.laboratorioalvaro.com.br .


Link original da matéria: http://paranashop.com.br/novo/2015/04/criancas-obesas-podem-ter-maior-risco-de-doencas-cardiacas/

Rua Jaceguai, 208 - Sala 1301, Bairro Prado ,Belo Horizonte - MG, 30.411-040.
(31) 3421-3450
© Copyright 2011 - ENDOLATINA. Todos os direitos reservados. ViaNet Brasil